Archive for janeiro \25\UTC 2008

h1

TERMINOLOGIA

janeiro 25, 2008
Termo Significado
 
A:
 
AGE UKE Bloqueio ascendente.
AGE ZUKI Socar para cima.
AI Harmonia, chegar juntos, unificação, integração
AI HANMI Parceiros frente à frente, ambos com o mesmo pé adiantado.
AIKI Combinação de duas (ou mais) energias, harmonização, integração.
AI-UCHI Ataque simultâneo, destruição mútua
AKA Vermelho
AKA (SHIRO) IPPON Ponto para Aka(vermelho).
AKA (SHIRO) NO KACHI Vitória para AKA
AME-NO-UKIHASHI “A ponte flutuante do céu”; simboliza o elo entre os reinos espiritual e material da existência.
ARIGATO GOZAIMASHITA “Muito obrigado”, expressão japonesa utilizada entre instrutores e estudantes ao final do treino.
ASHI Perna ou pé.
ASHI BARAI Varrer com o pé.
ASHI WAZA Técnicas de pernas.
ATEMI Golpe, uma pancada direcionada à um ponto anatômico frágil; usado defensivamente no Aikido.
ATEMI WAZA Técnicas de golpear.
ATENAI YONI Advertência por uma infração menor.
ATOSHI BARAKU Limite de 30 segundos para término da uma luta.
AWASE Combinar; atrair a ação do parceiro iniciando a execução da técnica.
AWASE UKE Defesa com as mãos unidas.
AWASE ZUKI Mesma coisa que MOROTE ZUKI.
AYUMI DACHI Base natural com o peso no centro de gravidade, ITOSU-KAI SHITO-RYU.
 
B:
 
BO Bastão longo com aproximadamente 6 pes.
BOKKEN Espada de madeira.
BUDO Disciplinas marciais do Japão moderno.
BUDOKA Praticante de arte marcial.
BUJUTSU Artes marciais japonesas clássicas.
BUNKAI Estudo das técnicas e aplicações do KATA
BUSHIDO Código dos guerreiros do período clássico no Japão.
BUSHIN “Espírito marcial,” o nível mais alto de maestria nas artes marciais.
 
C:
 
CHOKU ZUKI Soco direto.
CHUDAN Posição intermediária ( das mãos, espada, etc.).
CHUDAN ZUKI Soco a altura média.
 
D:
 
DAN Graduação; no Karatê a graduação dos faixas pretas vai de shodan (1o grau) à judan (10o grau).
DANKYU Sistema de graduação de Karatê moderno. Data de 1887 para frente. Baseado no modelo militar de atribuição de Graus.
DESHI Discípulo.
DO Um determinado caminho de refinamento físico e espiritual; um modo de vida.
DO-GI Uniforme de treinamento usado por praticantes de artes marciais.
DOJO Academia. Literalmente “lugar de iluminação”
DOMO ARIGATO GOZAIMASHITA Forma Japonesa de “Muito obrigato”, ao término de uma aula é formal agradecer ao instrutor e esse aos alunos.
DORI [também pronunciado tori] Pegar, segurar.
DOSA Movimentos básicos; mais comumente kihon-dosa .
 
E:
 
EKKU Um remo de madeira usado em Okinawa como arma.
EMPI Cotovelo
EMPI UCHI Pancada com o cotovelo
ENBUSEN Linha de atuação
ENCHO-SEN Prorrogação de uma luta, a qual reicia quando o Referee comanda “SHOBU HAJIME.”
EN-NO-IRIMI Entrada circular; entrar atrás de um ataque e controlá-lo num movimento circular.
 
F:
 
FUDO DACHI Posição imutavel, firme.Semelhante SOCHIN DACHI.
FUDO-NO-SHISEI Postura “Imutável” ( firme e equilibrada).
FUDO-SHIN “Espírito Imutável”; atitude mental inexpugnável.
FUKUSHIDOIN Instrutor de primeiro nível.
FUKUSHIN SHUGO “Reunião dos Judges”
FUMIKOMI Chute em forma de pisão, normalmente ao joelho ao pé.
 
G:
 
GANKAKU DACHI O mesmo que TSURU ASHI DACHI e SAGI ASHI DACHI.
GASSHUKU Período intenso de treino durando vários dias. Em português poderia ser traduzido por “retiro”.
GEDAN Posição de nível inferior (da espada, bastão,etc).
GEDAN BARAI Bloquear varrendo, por baixo.
GEDAN UDE UKE Bloquear com antebraço para baixo.
GEDAN ZUKI Socar para baixo..
GI Uniforme usado na prática de artes marciais japonesas, vulgarmente denominado Kimono
GODAN Faixa preta 5o Dan.
GOHON KUMITE Forma de kumitê para iniciantes. Deslocamento de 5 passos, usando técnicas de ataque e defesa basica.
GOKYO Técnica de imobilização número cinco.
GO NO SEN Técnica de permanecer na defenciva, para contra atacar..
GYAKU-HANMI Posição reversa na qual os parceiros tem o pé oposto à frente.
GYAKU MAWASHI GERI Chute circular invertido.
GYAKU ZUKI Soco invertido.
 
H:
 
HACHIDAN Faixa preta 8o Dan.
HACHIJI DACHI Posição natural com os pés na largura dos ombros, pontas ligeiramente voltados para fora..
HAI “Sim”.
HAISHU UCHI Pancada usando as costas da mão.
HAISHU UKE Defesa usando as costas da mão..
HAITO UCHI Pancada usando a faca interna da mão.
HAJIME “Comando para iciciar , Kata, ou Kumite.
HAKAMA “Saia-calça” samurai usada por praticantes de Aikido e Kendo.
HANGETSU Kata avancado.
HANGETSU DACHI base em forma de meia lua.
HANMI Posição triangular.
HANMI-HANDACHI Técnicas nas quais o nage fica sentado e o uke em pé.
HANSHI “Mestre”, Um título dado aos faixas pretas de mais alta graduação de uma organização e significa que este tem a compreensão total daquela arte.
HANSOKU Penalidade por uma Infração grave, a qual eleva a pontuação do oponente a SANBON.
HANSOKU CHUI “Penalidade por uma infração média, na qual se dá IPPON para o oponente.
HANTAI Reverso, oposto.
HANTEI “julgamento feito pelos Refer, para uma cituação de luta indefinida.
HARA Região da barriga, três dedos abaixo e acima do umbigo, sede do KI, energia interior
HARAI TE Técnica longa de braço.
HARAI WAZA Técnicas longas.
HENKA-WAZA Técnicas explorando variações possíveis.
HEIKO DACHI Posição natural na qual os pés ficam a largura dos ombros, com as pontas voltadas para frente.
HEIKO ZUKI “Soco emparelhado”(Soco duplo simultâneo).
HEISOKU DACHI Posição natural, pés juntos voltados para frente.
HIDARI Esquerda.
HIJI Cotovelo, tambem chamado de EMPI.
HIJI ATEMI Golpe com o cotovelo.
HIJI UKE Bloqueio ou defesa com o cotovelo.
HIJI-ATE Cotovelada tambem chamado de EMPI-UCHI
HIKITE Puxada de mão
HIKIWAKE “Empate no kumite”. Juiz mostra as mãos palmas para cima, na lateral.
HITOSASHI IPPON KEN Junta do dedo indicados, o mesmo que IPPON KEN.
HIZA GERI Joelhada
HIZA UKE Bloqueio usando o joelho.
HOMBU DOJO Termo que se refere a Dojo central.
HORAN NO KAMAE Posição de protidão, KAMAE, usado em kata onde uma mão cobre a outra.
 
I:
 
IAI-DO A arte de desembainhar e cortar com a espada.
IKI Respiração; o ato físico de respirar.
INASU Evasão de um ataque somente desviando o corpo da linha de ataque.
IPPON KEN Golpe com a junta da segunda falange do dedo anular
IPPON KUMITE Luta de um passo.
IPPON NUKITE Golpe de punhalada usando apenas um dedo estendido.
IPPON SHOBU Luta de um ponto, usado em torneios.
IRIMI Penetrar, entrar. Situação de luta muito práxima em que se desvia a defesa ou ataque do oponente para entrar.
 
J:
 
JIKAN “tempo”.
JIN-NO-KOKYU A respiração do ser humano; o terceiro estágio da meditação com respiração.
JIYU IPPON KUMITE Luta de um ataque, usando qualque técnica e anunciando qual vai ser.
JIYU KUMITE luta livre.
JIYU-WAZA Técnicas livres.
JO Bastão de madeira de 120 cm ( 4 pés).
JODAN Posição de nível superior ( da espada, bastão,etc).
JO-DORI Técnicas para desarmar um oponente armado com bastão.
JOGAI “Sair da área de luta”.
JOGAI HANSOKU CHUI Terceira saida da área de luta. Da IPON ao oponente
JOGAI HANSOKU Quarta saida da área de luta. Da sambom e concequentemente a vitória ao oponente
JOGAI KEIKOKU Segunda saida da área de luta. Da WASA-ARI ao oponente.
JO-TAI-KEN Treinamento de bastão contra espada.
JU O principio da flexibilidade; o aspecto salgueiro das técnicas e da filosofia do Aikido.
JUDAN Faixa preta de décimo Dan (o maior grau concedido).
JUDO Sistema de arte marcial moderno criado por Jigoro Kano (1860-1938).
JUJI UKE Bloqueio em X.
JUJUTSU Sistemas japoneses de combate desarmado.
JUN ZUKI O termo usado na WADO RYU para OI-ZUKI.
JUTSU Técnica. Denominava as artes marciais de combate (Jujutsu, Kenjutsu, Karate-jutsu)
 
K:
 
KACHI Victorioso. (por exemplo, AKA KACHI) em torneios.
KAGI ZUKI Soco em gancho,(Jion).
KAISHO Mão aberta, se refere aos movimentos com a mão aberta ou que o punho não esteja completamente fechado.
KAKEJIKU Um pergaminho pendente.
KAKE-TE Bloqueio ou defesa em gancho. (BASSAI-DAÍ)
KAKIWAKE Bloqueio duplo frontal , com a parte externa do pulsso, para um ataque como agarramento.
KAKUSHI WAZA “Técnicas secretas.”
KAKUTO UCHI Golpe com a partes externa do pulso, também conhecido como “KO UCHI.”
KAKUTO UKE Defesa com a partes externa do pulso, também conhecido como KO UKE.
KAMAE Atitude; postura “combativa”.
KAMAE-TE Comando dado pelo instrutor para o aluno entrar em posição.
KAMI Deus, divindade, espírito divino, inspiração sagrada, anjo guardião, ser humano iluminado.
KAMIZA A parte do dojo onde pergaminhos, fotografias do fundador, e outras coisas, são mostradas.
KANSHA Gratidão profunda e sincera.
KAPPO Tecnicas de ressuicitar pessoas que sucumbiram a um choque ao sistema nervoso.
KARATE Sistema de arte marcial moderno originado em Okinawa, introduzido ao mundo por Gichin Funakoshi (1868-1957).
KARATE-DO Caminho das mãos vazias. Modo de vida do Karate. Isto não só implica o aspécto físico de Karate, mas também os aspectos mentais e sociais de Karate.
KARATEKA O praticante de Karate.
KATA “Forma Padrão,” tipos de prática pré-determinados usados como veículo de aprendizado.
KATA-DORI Ser segurado na região do ombro.
KATATE-DORI Ser segurado por uma mão.
KATATE-RYOTE- DORI Ter o braço segurado por duas mãos.
KEAGE Chutar para cima
KEIKO Treinando. O único segredo para o sucesso em Karate.
KEIKOKU Advertencia com penalidade de WAZA-ARI para o oponente.
KEKOMI Pontapé em forma de punhalada.
KEMPO Termo usado para descrever sistemas de lutas que usam o punho. Nesta consideração, KARATE também é KEMPO
KEN Espada.
KENDO Esgrima moderna japonesa, praticada principalmente como um esporte competitivo.
KENSEI Técnicas com KIAI silencioso. Relacionado a meditação.
KENTSUI o mesmo que TETTSUI.
KENTSUI UCHI golpe de maretelada TETTSUI UCHI
KERI pontapé.
KI [Chi em chinês] Energia vital, força da vida; também o aspecto do ki relativo as técnicas e a filosofia do Aikido.
KIAI Grito penetrante; aplicação da técnica com emprego total da força espiritual. grito libertado com o propósito de focalizar toda a energia em um único momento, manifestação de KIME
KIBA DACHI Base mais estavel, motado no cavalo. Também conhecido NAIFANCHI ou NAIHANCHI DACHI.
KIHON Técnicas básicas.
KIKAI TANDEN O centro físico e espiritual do ser humano, localizado a, mais ou menos, cinco centímetros abaixo do umbigo.
KIKEN “Renunica.” O arbritro aponta um dedo para o concorrente
KIME foco de potência; arremate; finalização
KI-NO-NAGARE Técnicas fluídas.
KIMUSUBI O elo do ki, a mistura de energias.
KI-O-TSUKE “Atenção”. Posição em que o lutador está em Musubi Dachi.
KIZAMI ZUKI Soco com a mão que está a frente alongando.
KO BO ICHI O conceito de “conecxão” de Ataque-defesa.
KO UCHI Golpe com a parte externa do pulso, também conhecido como KAKUTO UCHI.
KO UKE Defesa com a parte externa do pulso, também conhecido como KAKUTO UKE
KOHAI Júnior; alguém com menos experiência; ao contrário de Sempai.
KOKEN Articulação do pulso.
KOKORO “Espírito, Coração”. Na cultura japonesa, o espírito mora no coração
KOKUTSU DACHI Posição ou base em que 70% do peso permanece atras.
KOKYU O sopro da vida, sopro vital do cosmos; tecnicamente, “boa harmonia.”
KOKYU-HO Exercícios especiais para desenvolver o poder da respiração.
KOKYU-ROKU Poder da respiração com algo distinto do poder físico puro.
KOKYU-UNDO Exercícios de movimentos respiratórios, realizados sentados ou em pé.
KOSA DACHI Posição em que as pernas estão cruzadas.
KOSHIN Traseiro.
KUATSU O método de ressuscitar uma pessoa por perdeu os sentidos devido a estrangulamento ou choque.
KUDEN “Ensinamentos secretos,” transmitidos oralmente; implica numa transmissão direta, pessoa-a-pessoa, coração-a-coração.
KUMADE Agüente mão.
KUMANO Distrito antigo na prefeitura de Wakayama, considerado o centro da espiritualidade japonesa.
KUMI-JO Treino de bastão com parceiro.
KYU graduação de faixas inferior a preta, de 10º ao 1º
KYUDAN Faixa preta de nono grau.
KYUSHO WAZA Técnicas de pontos de pressão.
 
M:
 
MA-AI Intervalo correto entre os parceiros; distanciamento perfeito.
MAKIWARA alvo de treinamento feito de palha
MANDALA Diagrama sagrado; mapa cósmico.
MASAKATSU AGATSU “Verdadeira vitória é auto-vitória,”
MEN-UCHI Golpe em direção a cabeça ou face.
MIGI Direito(a).
MISOGI Purificação do corpo e da mente.
MOKUSO meditação
MUNADORI Ser segurado na região do peito.
MUSHIN Estado de integração entre a mente e o corpo no qual a mente acha-se livre de ilusões
MAAI GA TOH distancia não formal (incorreta)
MAE Frente.
MAE ASHI GERI Chutando com a perna dianteira
MAE EMPI golpe de cotovelo para frente.
MAE GERI KEAGE Pontapé repentino dianteiro. Também MAE KEAGE.
MAE GERI KEKOMI Pontapé dianteiro profundo. Também MAE KEKOMI.
MAE UKEMI técnica para frente.
MAKOTO Um sentimento de sinceridade absoluta e franquesa total que requer uma mente totalmente livre de pensamentos.
MANABU Método de aprender imitando e seguindo o instrutor
MANJI UKE Bloqueio ou defasa dupla, onde um braço executa GEDAN BARAI para um lado, enquanto o outro executa JODAN UCHI UKE (ou JODAN SOTO YOKO TE).
MATTE “Espera”.
MAWASHI EMPI UCHI Cotovelada circula também conhecido como MAWASHI HIJI ATE.
MAWASHI GERI Chute circular.
MAWASHI HIJI ATE Cotovelada circula também conhecido como MAWASHI EMPI UCHI.
MAWASHI ZUKI Soco circular.
MAWAT-TE Comando do instrutor para os alunos se virar.
MENKYU Sistema de atribuição de Títulos(relacionado a uma arte marcial real)Kakuto Bu-jutsu. Data de 1600 para trás. Não é um sistema de atribuição de “Graus”, pelo modelo militar.
MIENAI “Eu não pude ver.” Indicação dos juizes auciliares sobre determinada técnica.
MIGI Direita.
MIKAZUKI GERI Pontapé crescente.
MOKUSO Meditação
MOROTE UKE Bloqueio aumentando. Um braço apoia o outro com o punho.
MOROTE ZUKI Perfurando simultaneamente com ambos os punhos. Também conhecido como AWASE ZUKI.
MOTO NO ICHI “posição original .” Comando do juiz para que os lutadores voltem as suas linhas iniciais.
MUDANSHA Alunos que se preparam para exame de faixa preta.
MUBOBI Advertencia por descuido com sua própria segurança
 
N:
 
NAGARE Fluxo; fluxo ininterrupto de ki durante a execução de uma técnica.
NAGE “Aquele que arremessa,” o defensor que aplica a técnica contra o atacante.
NAOTE Voltar a posição
NEN Concentração
NUKITE “Mão de espada”
NUNCHAKU Arma Okinawense que consiste em bastões unidos por corda ou corrente. Foi originalmente utilizado pelos Okinawenses como instrumento de colheita para destroçar palha de arroz.
 
O:
 
OBI faixa que prende o uniforme de treino
ONEGAI SHIMASU “Boas vindas dado ao aluno qundo inicia a prática”
OSAE UKE Bloqueio ou defasa para baixo.
OTOSHI EMPI UCHI Golpe de cotovelo para baixo.
OTOCHI OSAE UKE Defesa para baixo como TEICHO UKE em forma de pressão, também chamado de SHOTEI OSAE UKE
OYAYUBI IPPON KEN Junta do dedo polegar.
OYO WAZA Aplicação da interpretação das técnicas de um KATA, varindo de acordo com as condições do momento.
 
R:
 
REI Respeito, curvar-se abaixo do mais graduado
REIGI Etiqueta. Manter e buscar sempre a etiqueta formal. Mesmo em uma luta manter sempre a senceridade.
REINOJI DACHI Base em que os pés forman um “L”
RENSEI Observar e criticar o desempenho dos competidores num torneio.
RENSHI “Uma pessoa que dominou a si mesma.” Um especialista das técnicas daquele sistema
 
S:
 
SAGI ASHI DACHI Igual a GANKAKU DACHI ou TSURU ASHI DACHI.
SAI Uma arma de Okinawa que é amoldada em forma de tridente com o dente do meio maior.
SANBON KUMITE Luta de três passos.
SANBON SHOBU Luta de três pontos. Usado em torneios..
SANCHIN DACHI Postura ou base em forma circular.
SASHITE Elevando a mão para golpear, agarrar, ou bloquear.
SEIKEN junta frontal da mão formada pela articulação do dedo indicador e anular.
SEIRYUTO técnica que usa a base do SHUTO, proximo a articulação
SEIZA Maneira correta de sentar formalmente sobre os joelhos
SEMPAI O estudante mais antigo.
SEN NO SEN Atacando no momento exato, não deixando o oponente fazer nada.
SEN SEN NO SEN Atacando antes dos ataques do oponente. Antecipando-os.
SENSEI professor; mestre
SHIAI Uma luta de uma competição.
SHIDOIN Instrutor assistente.
SHIHAN “Mestre” Título dado ao mais antigo ou sábio dos professores. Professor dos professores.
SHIKKAKU Desqualificação. Expulssão de uma competição.SANBON.
SHIKO DACHI base ou posição quadrada. Pés voltados para a lateral. Usado pelo Goju-ryu e Shito-ryu
SHIRO Branca
SHIZENTAI posição natural – corpo fica relaxado mas alerta
SHOBU HAJIME Comando para comessar uma prorrogação de luta
SHOBU SANBON HAJIME Comando para início de luta de três ipons.
SHOMEN Frente ou topo da cabeça. Tambem a frente de um Dojo.
SHUGO Juiz principal chama os auxiliares com movomento de braços.
SHUTO TE O mesmo que SHUTO UKE.
SHUTO UKE Defesa com a faca de mão.
SOCHIN DACHI posição estavel também chamado de FUDO DACHI.
SOKUTO lateral ou faca do pé.
SOTO (UDE) UKE Bloqueio ou defesa com a parte de fora do braço.
SOTO YOKO TE O mesmo que UCHI UDE UKE.
SUKUI TE O mesmo que SUKUI UKE.
SUKUI UKE Bloqueio ou defesa escavando.
SUWARI WAZA Técnicas usadas a partir da posição sentado.
 
T:
 
TAI SABAKI esquiva
TAIMING GA OSOI parar a cronometragem
TATE EMPI Golpe de cotovelo para cima.
TATE URAKEN UCHI Ataque Vertical com a parte de trás do punho.
TATE ZUKI Soco Vertical com a outra mão apoiando o braço
TEIJI DACHI Base ou posição coms os pés formando um “T”
TEISHO UCHI pancada com a palma da mão.
TEISHO UKE Bloqueio ou defesa com a palma da mão
TEISHO YOKO UKE Bloqueio lateral em kibadachi (Jion)
TETTSUI UCHI Pancada de martelo KENTSUI.
TOBI GERI Chute Saltando.
TONFA Ferramenta de agricultura transformada em arma pelos Okinawenses
TORANAI “Nenhum ponto”
TORIMASEN “nenhuma técnica pontuavel.” Cancelamento de uma indicação anterior.
TSUKAMI WAZA técnica de agarrar a arma(arma, perna ou braço)do adversário.
TSUKI Soco em forma de punhalada
TSURU ASHI DACHI Posição do Grou, também chamado de GANKAKU DACHI e SAGI ASHI DACHI.
TSUZUKETE Voltar à luta.
TSUZUKETE HAJIME “Iniciar uma luta” o árbitro dá um passo atras em ZENKUTSU DACHI
TUITE habilidades lutando.
 
U:
 
UCHI (UDE) UKE Bloqueio com a parte interna do antebraço.
UCHI DESHI Estudante que vive em um dojo. Dedicando tempo integral ao treinamento e as vezes aos serviços pessoais do Sensei.
UCHI MAWASHI GERI Dentro de um chute circular.
UCHI YOKO TE O mesmo que SOTO UDE UKE.
UKE Bloqueio ou defesa
UKEMI WAZA tecnicas de traumatizar.
URA ZUKI Soso subindo (mão invertida)
URAKEN Atrás das juntas dos dedos indicador e anular.
USHIRO EMPI UCHI Golpeando com o cotovelo para tras.
USHIRO GERI Chute para tras.
UTOSHI-UKE Bloqueio como tetsui, (Jion)
 
W:
 
WA-UKE Um bloqueio onde a mão percorre um caminho como se estivese limpando uma parede a sua frente. No final enclinase a mesma para fora. Defesa usada no kata Shimpa.
WAZA Técnicas
WAZA ARI “Meio ponto”
 
Y:
 
YAMA ZUKI Soco em forma de “U”. (Bassai-Daí)
YAME Pare!
YOI preparar
YOKO Lado.
YOKO GERI KEAGE Pontapé repentino lateral. Também chamado de YOKO KEAGE.
YOKO GERI KEKOMI Pontapé de punhalada. Também chamado de YOKO KEKOMI.
YOKO MAWASHI EMPI UCHI Golpeando com o cotovelo para o lado.
YOKO TOBI GERI pontapé lateral voador.
YORY ASHI Movimento simultâneo de pés
YOWAI fraco
YUDANSHA praticante graduado; faixa preta (qualquer grau)
 
Z:
 
ZANSHIN estado de reserva mental/ espiritual
ZAREI cumprimento sentado
ZAZEN meditação sentado
ZENKUTSU DACHI base avanssada. 70% do peso a frente.
ZENSHIN Posição a frente atento a luta.
h1

TEKKI SHODAN – ESPECIAL FUNAKOSHI

janeiro 23, 2008

Eu tava catando um video do TEKKI SHODAN pra por aqui no blog,

e dei de cara com esse video do mestre Funakoshi fazendo o kata.

A qualidade do video não está muito boa, mas vale a pena conferir.

oss

h1

KANJIS

janeiro 13, 2008
h1

HEIAN GODAN

janeiro 10, 2008

Esse kata me lembra uma cena:

Dênis depois de dar o pulo no meio do kata 3 vezes sem sair do chão.

Professor Jorge: Dênis se tu num der esse pulo direito, vai tomar um bandão! – Jorge fica na frente e se prepara pra banda.

Dênis: tá!

Ele repete o movimento e…

toma uma rasteira por de novo não sair do chão.

hauahuahuahuahuahuahua

muitas risadas nesse dia.

oss

h1

HEIAN YONDAN

janeiro 10, 2008

O kata que eu mais gostava de fazer na época de faixa amarela e vermelha, quarto kata!

oss.

h1

HEIAN SANDAN

janeiro 10, 2008

Heian Sandan, o terceiro kata.

oss.

h1

PRINCIPIOS DOS KARATE

janeiro 9, 2008

NIJU KUN

  1. O Karaté deve iniciar-se com uma saudação e terminar com saudação.

  1. No Karaté não existe atitude ofensiva.

  1. Quem pratica karate tem de seguir o caminho da justiça.

  1. Conheça a si próprio antes de julgar os outros.

  1. O desenvolvimento do espirito é o mais importante; Habilidade técnica é só um meio para atingir este fim

  1. Evitar o descontrole do equilíbrio mental, controle a mente.

  1. Os infortúnios são causados pela negligência.

  1. O Treino de Karaté dura a vida toda, não se limita apenas à iniciação.

  1. Utiliza o Karaté em tudo o que fazes.

  1. O Karaté é como água quente. Se não receber calor constantemente torna-se-á água fria.

  1. Não pense em vencer, pense em não ser vencido.

  1. A vitória depende da capacidade de distinguir os pontos fortes (JITSU) dos fracos (KYO).

  1. Movimente-se de acordo com o seu adversário.

  1. Imagine que os membros do seus adversários são como espadas afiadas.

  1. Para cada homem que sai de casao, existem milhões de adversários à espera.

  1. No início os movimentos são artificiais, mas com a evolução tornar-se-ão naturais.

  1. A prática do que lhe é ensinado deve ser correcta, tenha consciencia que na aplicação ela torna-se diferente.

  1. Não se esqueça de aplicar correctamente:

(1) Força e Fraqueza no controle da sua força;

(2) Expansão e Contracção corporal;

(3) Controle das técnicas na lentidão e na rápidez.

  1. Estudar, praticar e aperfeiçoar-se sempre.

  1. Pense sempre cautelosamente.